O que fazer quando você tem desentendimentos com um colega de trabalho?

De fato, onde quer que existam pessoas, também há conflitos de um tipo ou outro. Diferenças de opinião, batalhas de egos e mal-entendidos são apenas alguns exemplos de situações que são estressantes e que acontecem muitas vezes em um ambiente corporativo. E você, já se desentendeu com algum colega de trabalho? Se sim, você verá que tudo pode ser consertado, e muito bem.

Com um pouco de esforço e planejamento, é possível superar o problema e virar essa página. Antes, porém, é muito importante lembrar que algumas pessoas “apreciam” os conflitos e não se importam tanto com seus relacionamentos. Essas pessoas são tóxicas, e a probabilidade de transformar esse relacionamento azedo em algo doce e amigável é de quase zero. Você só pode esperar que a empresa em que trabalha se livre delas de alguma forma. E isso acontece com frequência hoje em dia, não há com o que se preocupar!

A maioria das pessoas, porém, quer se dar bem e trabalhar em conjunto para fazer as coisas darem certo. Elas entendem quanta energia é desperdiçada por estar com raiva o tempo todo. Se você faz parte desse grupo, aqui estão algumas maneiras para lidar com desentendimentos e criar uma cultura de trabalho mais leve e inteligente!

1. Pense bastante

Encontre algum tempo tranquilo em seu dia e pense a respeito da situação, como o primeiro ou o último momento de seu dia. Analise criteriosamente como o desentendimento se deu ou o que o desencadeou.

Qual foi a sua contribuição para que ele se desenvolvesse dessa forma? Seja sempre honesto e analise a fundo a cadeia de eventos que levou à tensão instalada.

2. Não assuma o erro sozinho

O escritor e terapeuta Scott Gornto certa vez pontuou que, na ausência da verdade, todos nós preenchemos as lacunas da história com nossas próprias versões. Vale dizer que normalmente estamos condicionados a isso.

Só que muitos problemas podem surgir quando assumimos motivos e ações de outras pessoas. Portanto, deixe de lado suas suposições e se mantenha sempre proativo para descobrir o que realmente aconteceu.

3. Peça para conversar em particular

Vá até o outro indivíduo e o convide para tomar um café ou almoçar. O escritório pode não ser o melhor lugar para resolver conflitos. O ambiente diferenciado pode evitar constrangimentos e relaxar as implicâncias.

Uma conversa sincera é, em muitos casos, a melhor solução para se chegar a uma conclusão. Se seu convite for aceito, este é um excelente sinal de que a outra pessoa está disposta a ouvir o que você tem a dizer e que o problema possa até mesmo ser sanado de uma vez por todas.

4. Seja transparente

Deixe sempre que a outra pessoa entenda o que você está sentindo. Explique que, apesar das diferenças, você considera que um relacionamento saudável é muito importante e que, como ainda não chegaram a um consenso, é melhor sentar e redefinir as coisas.

5. Faça a sua parte

Quando você se disponibiliza a sentar, conversar e resolver pendências, você assume sua parte no problema. Uma das coisas mais difíceis de fazer é admitir os nossos próprios erros, pois isso traz um sentimento de vulnerabilidade. Mas reconhecer sua responsabilidade é um elemento crítico na reparação de relacionamentos danificados.

Você não é perfeito, então lide com isso. Talvez a sua postura encoraje seu colega a fazer o mesmo. Caso isso aconteça, vocês terão construído rapidamente uma ponte, ou melhor, uma conexão poderosa e de cura.

6. Seja amável e discreto

Por mais que seja difícil ou que a situação esteja bem próxima do insustentável, invista em uma postura amável.

E, mais importante que isso, seja discreto. Não compartilhe o que você ouviu com qualquer pessoa: por vezes, o melhor é guardar o acontecido para si. Todavia, quando encontrar uma solução satisfatória para todas as partes envolvidas, siga em frente sem medo e sem guardar rancor.

7. Nunca sustente as fofocas

Quando você se chateia com um colega de trabalho, é natural sentir vontade de desabafar. Mas fazer isso dentro da empresa é perigoso, porque pode dar margem às famosas fofocas de escritório. Lembre-se de que há ouvidos em todos os lugares, e que reclamar de um colega não é nada profissional, mesmo que você tenha razão em sua fala.

Para completar, considere que ninguém deseja conviver com alguém que não tem coisas boas para dizer dos outros. Sendo assim, tente esfriar a cabeça e conversar com pessoas fora desse ambiente, como familiares e amigos.

8. Mantenha a mente aberta

Em um diálogo para resolver conflitos de trabalho, nem sempre você conseguirá total acordo. A solução do problema, porém, não é exatamente fazer com que seu colega mude de opinião. O ideal é manter sempre a mente aberta para que ambas as partes cedam um pouco. Assim, é mais fácil chegar a um terreno comum e encerrar de uma vez por todas o desentendimento.

9. Fique calmo

Não adianta perder as estribeiras ao confrontar seu colega. Em primeiro lugar, é preciso ter paciência para ouvi-lo. Na sua vez de falar, fique sempre calmo e sereno. Em nosso local de trabalho, não podemos deixar que nosso temperamento interfira em nosso comportamento profissional. Isso pode resultar em uma reputação nada agradável e você ficará marcado como uma pessoa difícil com quem trabalhar.

Agende a conversa apenas para quando você estiver com a mente em ordem e jamais levante a voz, mesmo se você se sentir agredido de alguma forma.

10. Aja rapidamente

Por último, não se esqueça de agir rapidamente. Quanto mais tempo persistir a discordância e o conflito, mas espinhoso será abordar seu colega e acabar com o problema. Com isso, é fácil perder a noção e deixar o perdão de lado.

Reconstruir esses relacionamentos e torná-los mais fortes é algo extraordinário, porque uma comunicação eficiente e respeitosa é significativa para que as tarefas e rotinas sejam pensadas e bem realizadas. Sua carreira e a carreira da pessoa com quem você está em conflito estão em jogo, e o tempo está passando. Por que não agir e tentar ser proativo? Paz e tranquilidade são coisas boas e, na maioria das vezes, são completamente atingíveis e fatores indispensáveis para a atuação de uma equipe de alto desempenho.

A boa convivência no ambiente corporativo é mesmo um desafio constante! Por si só, ele é estressante e competitivo, mas não é impossível que sejamos cuidadosos em nossas ações e palavras para amenizar toda a pressão. Deixe o ego de lado, procure conhecer e se aproximar dos colegas e não se esqueça de que um desacordo tem muito a ensinar quando é resolvido de vez.

Conseguiu encontrar um caminho para resolver essas questões no trabalho? Se sim, não deixe de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais para que outras pessoas também aprendam um pouco mais sobre como administrar seus conflitos!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *