Como fazer um intercâmbio acadêmico?

Realizar um intercâmbio acadêmico é uma ótima chance de aprofundar conhecimento teórico e dar início a uma próspera carreira internacional. Por este motivo, é uma das alternativas mais procuradas por universitários de todo o mundo. No Brasil, grande parte das instituições de ensino oferece programas de apoio para quem deseja investir neste sonho.

Contudo, se organizar para que ele realmente se concretize é um processo um pouco demorado e burocrático. Mas não é nada que você não consiga resolver, até porque a intenção desta oportunidade é possibilitar que estudantes consigam ter uma nova visão do mundo e do mercado para conseguirem novas chances em um universo corporativo repleto de concorrência.

Para facilitar sua vida e seu planejamento, uma dica é ler este artigo com atenção. Nele, algumas dúvidas são desvendadas para que você descubra como fazer dessa experiência mais um item muito especial em seu currículo. Confira!

Programe-se com antecedência

Participar de um intercâmbio acadêmicorequer planejamento: em média, você precisará de aproximadamente um ano inteiro para se preparar. Isso acontece porque as universidades estrangeiras têm prazos diferentes para inscrição, e é preciso enviar a documentação necessária nas datas prescritas, sem atraso.

Mas, antes disso, é preciso também reunir documentos, enviá-los para tradução, preencher formulários, desenvolver as famosas “essays” e solicitar cartas de referência para professores ou colegas de trabalho. Esses itens variam de universidade para universidade, mas nem sempre você pode aproveitá-los para todas as inscrições.

Ou seja, precisará de mais tempo para reescrever o que for necessário e aplicar sem perder prazos. Para completar, esse período será útil para que você estude bastante: afinal, para ingressar em qualquer curso é preciso realizar um exame de proficiência da língua e estar afiado é fundamental para uma boa nota, pois este é um fator decisivo de aprovação.

Considere que esses testes também possuem datas específicas e que, caso sua nota não seja tão boa na primeira tentativa, você queira repetir a prova. Este é mais um motivo pelo qual ter antecedência é importante. Existem universidades que também pedem mais de um tipo de exame, não se esqueça de averiguar a respeito.

Escolha a universidade com cuidado

Escolher a universidade que irá recebê-lo para um intercâmbio acadêmicoé algo a ser feito com muito cuidado. Você passará muito tempo neste local, então deve se dedicar a pesquisas minuciosas que envolvem visitas a sites, leituras de depoimento de alunos e ex-alunos e até mesmo contato com alguma instituição ou agência no Brasil que facilite o intermédio para sua inscrição e matrícula.

Essas empresas podem inclusive ajudar bastante a reunir todo o material necessário para envio e nortear melhor a respeito das opções que você tem em mãos. Como você provavelmente conhecerá pouco ou nada do país para o qual vai, é bom contar com esse auxílio especializado a fim de evitar possíveis erros e transtornos que porventura atrapalhem seus planos e encontrar aquilo que realmente corresponde ao seu perfil.

Lembre-se de avaliar todos os fatores que envolvem sua estadia, como moradia, transporte, alimentação e custo de vida de forma geral. Por mais que seus objetivos sejam mesmo os estudos, é claro que você irá curtir momentos de lazer e descontração, e deve estar igualmente preparado para eles.

Organize-se financeiramente

Se dedicar a um intercâmbio acadêmicodemanda uma excelente organização financeira. Além do pagamento das mensalidades, você deverá estar em dia com suas outras despesas cotidianas e ainda guardar determinada quantia para eventuais imprevistos. Portanto, antes de iniciar todo o processo, certifique-se de que você tem o respaldo necessário e que não passará por dificuldades.

Lembre-se que a universidade costuma exigir que o estudante tenha ou receba determinado valor mensalmente em sua conta. Sendo assim, verifique se você possui condições de mantê-lo para que isso não interfira em sua viagem. Algumas instituições também pedem que o aluno tenha um responsável financeiro no próprio país a depender de sua idade ou de seu objetivo de estudos.

Caso você ainda não tenha conseguido todo o dinheiro necessário para viajar e não deseja adiar demais a oportunidade, tenha calma. Você pode tentar financiamentosem bancos brasileiros ou junto às universidades, além de pesquisar e aplicar em bolsas de estudosque cobrem até mesmo o valor integral do curso. O importante é apenas buscar todas as possibilidades possíveis e não se deixar abater diante da primeira dificuldade.

Tenha metas bem definidas

Quanto tempo você poderá ficar fora do país? O que você pretende ao realizar um intercâmbio acadêmico? Existe a possibilidade de prolongar sua estadia caso alguma nova oportunidade surja? Você tem interesse em trabalhar ou apenas estudar? Quais as chances de retornar ao Brasil antes do previsto? Essas são perguntas muito importantes que você deve se fazer antes de iniciar a busca pelo intercâmbio ideal.

De nada adianta se organizar e realizar um curso que nada tenha a ver com vocêou com o que você pretende profissional e academicamente. Avalie também tudo o que a universidade oferece: cursos extras, imersões, vagas para estágio ou monitoria e demais possibilidades que te ajudem a complementar sua carga de estudos com mais experiências. Se você não tiver muito tempo disponível, mas abandonar o sonho não é uma opção, considere um curso de curta duração.

Suas metas também devem refletir em todo seu processo de escolha da universidade. Tente, na medida do possível, escolher a que mais se aproxima do que você pretende e se esforce para conquistar seu lugar ao sol. Não se esqueça de que existem muitos concorrentes disputando com você, por isso esteja sempre bem preparado e confiante para vencer os obstáculos e desafios que surgirem pelo caminho.

Fazer um intercâmbio acadêmicosó se torna impossível se você não tiver tempo e dedicação para colocar ordem em todos esses processos. Do contrário, tenha certeza de que você estará pronto para ter uma vivência incrível, que abrirá muitas portas profissionais e promoverá seu autoconhecimento de uma maneira muito especial.

E você, gostou de saber como fazer este tipo de intercâmbio? Pretende se organizar para colocar essas orientações em prática muito em breve? Qual será o seu destino? Deixe um comentário abaixo e participe!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *